Projetos > Reconstituição Óssea

O esqueleto humano é um complexo órgão constituído por mais de 200 ossos articulados, que apresentam várias formas e tamanhos. Durante a embriogênese, o esqueleto se desenvolve a partir do mesênquima indiferenciado, sendo uma formação precisa temporal e espacial. Após o nascimento, a osteogênese é normalmente restrita à regeneração de ossos em locais de fratura. A ossificação heterotópica resulta de uma alteração na regulação normal da osteogênese, levando à formação óssea ectópica. Fibrodisplasia ossificante progressiva (FOP), é a desordem mais ampla da osteogênese heterotópica, resultando na formação pós-natal de osso ectópico e uma das mais raras doenças que afetam os seres humanos.

Diversos modelos para mimetizar a doença têm sido experimentados nos últimos anos, porém, na maior parte deles o modelo se dá por modificações através de manipulações genéticas. Um modelo interessante de desenvolvimento da doença é o que envolve a administração da proteína morfogenética óssea BMP-4. A atividade do receptor de BMP-4 está aumentada em pacientes com FOP e a administração deste hormônio em animais de experimentação tem se mostrado suficiente para gerar o fenótipo da doença quando há reação inflamatória, independente da presença da mutação encontrada.

O objetivo deste projeto é gerar um modelo animal de FOP por injeção de BMP-4 recombinante (rBMP-4) em camundongos nocaute para receptores B1 e B2 de cininas ou para ambos receptores, bem como avaliar os níveis destes mediadores, as cininas, nesses animais. Para a indução do modelo de FOP será utilizada BMP-4 recombinante produzida em nosso laboratório e BMP-4 adquirida comercialmente. Nesses animais avaliaremos os níveis de ossificação heterotópica comparando com os animais controle, que não apresentam nocaute dos receptores. A criação de modelos animais para FOP, a partir dos camundongos nocaute para receptores de cininas, nos permitirá esclarecer o papel das cininas na osteogênese mediada pela ativação de rBMP-4 e pela presença de mediadores inflamatórios.

O projeto fornecerá suporte a investigações cujo objetivo seja o desenvolvimento de terapias visando à modulação de processos osteogênicos e osteolíticos. Para esse fim, o uso de fármacos direcionados ao bloqueio dos receptores de cininas pode tornar-se uma modalidade terapêutica valiosa. Como exemplo, citamos o desenvolvimento de antagonistas específicos dos receptores de cininas, alvo de indústrias farmacêuticas para o tratamento da inflamação e processos osteolíticos, dentre outros.

Este projeto é apoiado por:

- Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq
Programa de Formação de Recursos Humanos em Áreas Estratégicas – RHAE
   
- Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Programa Nacional de Pós Doutorado – PNPD

 

Diagnóstico e Tratamento de Câncer
Diagnóstico de Hipertensão e Lesão Renal
Reconstituição Óssea
Extração de Sílica de Palha de Arroz
Trombose

Rua Lauro Vannucci 1.020, Sala 22 - jardim Santa Cândida
CEP 13087-548, Campinas - SP, Telefone: 19 3307-3052

[email protected]